Clemê o que?

A Clemenules é uma tangerina.

Ela surgiu em Nules, na Espanha, na década de 1950, a partir de uma mutação espontânea em uma árvore de clementina fina, gerando uma fruta maior, mais doce e menos ácida.

Já a Clementina, a tangerina que lhe deu origem e que é a mais popular na Europa, é resultado de testes com enxertias realizados pelo abade francês Clement Roudier, na Argélia. Foi na última década do século 19 e o experimento resultou na primeira tangerina sem sementes da história. Em sua homenagem a variedade foi batizada de Clementina quando de sua catalogação científica, em 1915.

Clement Roudier

A alta qualidade da Clemenules, a “Clementina de Nules”, fez com que os espanhóis dessem a ela o título honorífico de “La Reina de las Mandarinas”

Tangerina? Mandarina? Bergamota?

A tangerina é o citro reticulata blanco, esta fruta com polos achatados, aroma característico, fácil de descascar e com gomos que se separam facilmente.

Entre estes citros existem centenas de variedades e uma delas é a Tangerina Clemenules.

Tangerina e mandarina são os nomes populares mais usados em todo o mundo para identifica-las. O Brasil adota “tangerina” e é, possivelmente, o único país de língua latina a fazer isto.

No demais ela é a Mandarina. Como todos os demais citros, ela tem origem na Ásia. Quando chegou na Europa, levada pelos mercadores da Idade Média, ela era “A Fruta dos Mandarins”: mandarina.

Os primeiros plantios intensos da fruta acorreram nas possessões que os países do Velho Mundo mantiveram por séculos no Norte da África. Os ingleses aproveitavam o solo e o clima do Marrocos para fazer suas plantações às margens do Mediterrâneo e de lá levavam para casa a Tangerina “A fruta de Tanger”.

Esta é tangerina (ou mandarina”: polos achatados, casca fina e lisa

Mandarina e tangerina são a mesma coisa. Mas bergamota não.

Bergamota é outro citro, totalmente diferente da tangerina. É o citro bergâmia, que os italianos que gostam de comidas excêntricas, de doces, de licores e de óleos essenciais para diversos usos, levaram para a região de Bérgamo, no Norte da Itália.

De lá partiram muitos dos imigrantes que povoaram o Sul do Brasil. Trouxeram mudas que não se deram bem pelos lados de cá, mas seu nome permaneceu e se fundiu com o das tangerinas. Hoje, no Brasil, as plantações de bergamota se restringem ao estado de São Paulo, justamente para a extração de óleos essenciais de sua casca verde, rugosa e bastante grossa.  

Esta é a bergamota: formato que lembra o da pera e casca verde e enrugada

A Rainha

Voltando ao que nos trouxe até aqui, que é a Clemenules, sua produção é bastante pequena mundo afora. Ela é muito exigente no trato das suas plantas e para alcançar as suas características mais marcantes, exige manejo adequado, que raramente é conseguido em produções de larga escala  

Os espanhóis, povo que mais estuda e que produz citros com maior qualidade, a cultivam na região costeira do Mediterrâneo, ao Norte de Valencia. Também tem um pouco de Clemenules na Austrália e no Chile.


Com quem falar

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 00_IMG_0942-1024x483.jpg
Eduardo (48) 9 9960 8899 –  Lu (48) 9 9174 4319 – Tarcísio (48) 9 9189 9982

Eduardo Marques, Lu Eicke e Tarcísio Mattos são os produtores das Clemenules de Pedras Rollantes. Lu e Tarcísio moram na parte Oeste da propriedade, administram as três Casas da Pousada Pedras Rollantes e vivem exclusivamente do que o Sítio lhes oferece.

Eduardo mora na Casa Enxaimel, na parte Leste, e é ele quem cuida dos Estúdios Enxaimel, duas das cinco unidades da Pousada. Ado ainda realiza trabalhos fotográficos para jornais e revistas de circulação nacional.

(48) 9 9189 9982) – Tarcísio – com whats app

(48) 9 9960 8899 – Eduardo – com whats app

Mais sobre Pedras Rollantes

Sintam-se convidados a visitarem nossos sites, acompanharem e curtirem nossas páginas no Fecebook, nossos perfis no Instagram e visitarem e se inscreverem no canal da TVPedrasRollantes.

Orgânico só com certificado